Entre em contato pelo 0800 591 9059 ou pelo whatsapp (48) 9 9614-7530

Abstinência para melhorar o desempenho sexual é uma boa ideia?

abstinência para melhorar o desempenho sexual

Será que optar pela abstinência para melhorar o desempenho sexual funciona?

Este post tem o objetivo de analisar e identificar se existe alguma relação entre essas práticas.

Isso porque, quando as disfunções sexuais começam a dar seus sinais, alguns homens podem pensar que essa tática é uma ideia genial…

Porém, associar abstinência para melhorar o desempenho sexual, na realidade, pode ser prejudicial.

Entenda porquê!

FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

Efeitos da abstinência sexual na saúde

Em tempos de isolamento social a abstenção do sexo foi uma condição real.

Para se prevenir do contágio pelo novo coronavírus, os encontros foram proibidos e as relações amorosas e sexuais precisaram “dar um tempo”.

O sexo é responsável pela liberação de diversos hormônios que provocam efeitos e sensações muito benéficos para o corpo.

Durante um orgasmo, pelo menos 9 reações químicas acontecem. É como um Big Bang hormonal, sabe?

Então, imagine só os benefícios do orgasmo acontecendo de uma única vez…

Por isso, pensar em ficar em abstinência para melhorar o desempenho sexual é uma grande besteira.

Logo, a falta de sexo pode causar efeitos como:

  • mal-estar físico, como dores de cabeça e pelo corpo, náuseas, diversos incômodos e até a perda de flexibilidade;
  • pele menos saudável pela baixa oxigenação causada pelo orgasmo;
  • mal humor e estresse causados pela queda de hormônios que provocam felicidade, satisfação, dentre outros;
  • cabelos e unhas menos saudáveis e mais frágeis;
  • oscilação da autoestima;
  • desinteresse por manter uma vida social ativa;
  • desregulagem do sono por falta de produção de ocitocina;
  • queda da imunidade;
  • piora na qualidade do sêmen;
  • e o principal, perda de desenvoltura sexual!

A abstinência para melhorar o desempenho sexual é furada!

Ninguém vai te julgar se você imagina (ou acreditava) que ficar um período sem praticar sexo o ajudaria em um momento especial.

Afinal, já pensou se a abstinência para melhorar o desempenho sexual funcionasse como uma conta de crédito, em que quanto mais se poupa orgasmos agora mais se teria lá na frente?

Mas não é bem assim que as coisas acontecem…

Alguns médicos especialistas concordam que, na verdade, ficar sem a prática sexual pode atrapalhar o desempenho sexual.

É possível fazer uma analogia de que o corpo humano é uma máquina que, além de precisar de recorrente assistência, necessita também de funcionalidade.

Um corpo que não recebe estímulos e não é exercitado, naturalmente terá uma queda em seu desempenho.

Imagina só: uma pessoa que não pratica atividades físicas regularmente, logicamente não conseguirá disputar uma competição de exercícios, certo?

Portanto, não exercitar o seu órgão sexual também o fará perder a qualidade da performance…

Para alguns médicos urologistas e andrologistas, a abstinência sexual pode interferir na excitação ou potência do pênis, na libido, na lubrificação e em outros fatores super importantes.

É possível evitar as disfunções sexuais?

Embora possa ser constrangedor obter um desempenho inferior ao desejado, ou ao que já foi alcançado um dia, saiba que essa condição é completamente normal na vida dos homens.

Agora que já sabemos que a abstinência para melhorar o desempenho sexual não funciona, vamos falar sobre soluções reais?

Tanto a impotência sexual quanto a ejaculação precoce são disfunções que podem acontecer em qualquer idade e com qualquer homem.

Por isso, existem algumas práticas que podem ajudar a retardar suas manifestações.

Dentre eles estão a prática de exercícios; a escolha por uma alimentação saudável e balanceada; ter um descanso de qualidade; e evitar vícios nocivos como o tabagismo e o alcoolismo.

Agora também é possível adicionar a prática regular de sexo e/ou masturbação como um aliado na qualidade do desempenho sexual masculino.

Além disso, a visita periódica ao médico e a realização de uma Avaliação de Saúde são essenciais para garantir uma vida mais saudável.

Nesse sentido, a resposta é: a impotência sexual e a ejaculação precoce podem ser retardado, mas não há garantia de que possa ser evitado.

Como tratar a impotência sexual e a ejaculação precoce?

Conhecendo essa grande necessidade do universo masculino, a Uro desenvolveu um tratamento que dispensa a abstinência para melhorar o desempenho sexual.

O Spray Sublingual é um medicamento de alta tecnologia, criado com posologia individual de acordo com a necessidade de cada homem atendido.

Sua característica e formato em spray possibilita uma aplicação prática e discreta. 

Além disso, ao ser aplicado embaixo da língua, os componentes da fórmula são mais fácil e rapidamente absorvidos, oferecendo resultados mais rápidos.

Para oferecer um tratamento mais completo, a Uro conta com uma equipe multidisciplinar preparada para oferecer todo apoio aos assistidos.

Com um atendimento multicanal e sempre disponível, os homens que escolhem tratar a impotência sexual e a ejaculação precoce com o Spray Sublingual da Uro, contam também com um apoio psicológico.

Dentre seus benefícios, o spray oferece o retorno da libido, o enrijecimento do pênis, a contenção ejaculatória, o prolongamento da excitação e momentos sexuais mais satisfatórios.

Para iniciar o seu tratamento, realize uma Avaliação de Saúde gratuitamente e receba o seu medicamento de maneira sigilosa e discreta em um endereço de sua escolha.

Deixe de buscar por saídas inadequadas e escolha uma solução eficiente, que trará a sua felicidade, o seu desempenho e qualidade sexual de volta!

FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *