Entre em contato pelo 0800 591 9059 ou pelo whatsapp (48) 9 9614-7530

O consumo excessivo de álcool causa impotência sexual?

álcool causa impotência

As bebidas alcoólicas muitas vezes são consideradas afrodisíacas por algumas pessoas. Esse pensamento não está errado, pois em quantidades moderadas, o álcool pode proporcionar sensação de relaxamento e até mesmo uma certa desinibição. Mas existe uma quantidade segura? Será que o consumo excessivo do álcool causa impotência sexual?

No artigo de hoje vamos abordar essa questão. Falaremos sobre os efeitos do álcool no organismo masculino e a sua relação com a impotência sexual. Acompanhe!

FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

Efeitos do álcool no organismo masculino

Após ser ingerido, o álcool leva aproximadamente 60 minutos para chegar a corrente sanguínea. Por meio do sangue, o etanol se espalha para as mais diversas partes do corpo, até atingir todas as células.

Quando chega ao cérebro, o efeito do etanol é primeiramente excitatório, liberando serotonina, um neurotransmissor associado à alegria e satisfação, deixando os homens desinibidos e mais corajosos.

Passado esse primeiro momento, o álcool começa a deprimir o sistema nervoso central, afetando os reflexos. Quando consumido em grandes quantidades, pode transformar-se em um problema sério.

Veja também: Como acabar com falta de ereção: principais dicas

Álcool causa impotência sexual?

O homem que consome bebidas alcoólicas com frequência sofre a atrofia das células produtoras de testosterona, o que leva à diminuição dos hormônios masculinos, e contribui para o surgimento da impotência sexual. 

O álcool em excesso causa danos nos nervos ligados à ereção, causando a diminuição da libido. A ordem enviada pelo cérebro aos corpos cavernosos (estruturas de tecido erétil que contêm a maior parte do sangue do pênis durante a ereção) para que se encham de sangue, não chega direito, logo, a ereção é prejudicada. De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, 54% dos alcoólatras são impotentes. 

Leia também: Alcoolismo e disfunção erétil: qual a relação?

Os efeitos psicológicos causados pelo álcool em excesso também não podem deixar de serem considerados, pois impactam diretamente nas relações pessoais, especialmente com a companheira ou companheiro.  

É comum, o homem alcoólatra, aquele que não consegue ficar sem ingerir bebida alcoólica, ser conduzido ao abandono do ato sexual. As inúmeras tentativas contra seu hábito de beber somados aos efeitos físicos que o álcool promoveu no seu organismo, tendem a anular definitivamente as investidas na relação com seu par.

Não se trata, portanto, de um problema eventual. O consumo excessivo do álcool causa a impotência sexual em maior ou menor grau nos homens.

Você pode se interessar: Principais causas da impotência sexual e como tratá-la

Álcool e impotência: preciso de ajuda

A bebida alcoólica, consumida sem moderação e com irresponsabilidade pode trazer sérios transtornos para a saúde masculina. Provoca o envelhecimento precoce, compromete a libido e a capacidade de ereção, prejudicando sensivelmente a qualidade de vida sexual do indivíduo.

Se você está tendo problemas de ereção e bebe com frequência, esta pode ser a resposta para a solução do seu problema. Modere o consumo de bebidas alcoólicas e a frequência com que as ingere. 

Veja também: Você conhece os problemas que afetam o apetite sexual do homem? Descubra as principais causas e como recuperar sua libido!

Se, por iniciativa própria, não conseguir reduzir este consumo, pode ser um vício que vai muito além do “beber socialmente”. Sendo assim, procure uma ajuda especializada.

Mas se mesmo reduzindo o consumo de álcool, o seu desempenho ainda não fique satisfatório, faça uma Avaliação de Saúde online e descubra o tratamento ideal para o seu caso.

FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *