Entre em contato pelo 0800 591 9059 ou pelo whatsapp (48) 9 9614-7530

Medo de falhar: você tem? Veja quais são os 3 maiores medos dos homens na cama

medo de falhar

O medo de falhar, está em terceiro lugar, entre os maiores temores dos homens no que se refere ao seu desempenho sexual. É isso que revela uma pesquisa realizada pela Universidade de São Paulo com 3 mil entrevistados entre homens e mulheres. A maior preocupação para 54% dos homens participantes é não satisfazer a sua parceira ou parceiro na cama.

O segundo maior temor para 48% deles é pegar alguma doença sexualmente transmissível (DST). Deixando em terceiro, com 46%, o medo de falhar.

Entre outros destaques da pesquisa sobre comportamento sexual, está o fato de que tanto para mulheres quanto para homens, o sexo é considerado fundamental para o relacionamento. Para 95,3% dos entrevistados, o sexo é importante ou muito importante para harmonia do casal.

Agora, vamos aos três maiores medos que os homens possuem quanto ao desempenho sexual:

FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

Ler mais

O consumo excessivo de álcool causa impotência sexual?

álcool causa impotência

As bebidas alcoólicas muitas vezes são consideradas afrodisíacas por algumas pessoas. Esse pensamento não está errado, pois em quantidades moderadas, o álcool pode proporcionar sensação de relaxamento e até mesmo uma certa desinibição. Mas existe uma quantidade segura? Será que o consumo excessivo do álcool causa impotência sexual?

No artigo de hoje vamos abordar essa questão. Falaremos sobre os efeitos do álcool no organismo masculino e a sua relação com a impotência sexual. Acompanhe!

FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

Ler mais

Vamos falar sobre prevenção de DST na terceira idade?

prevenção de dst na terceira idade

A qualidade de vida e a saúde sexual de idosos não é uma questão normalmente abordada e é justamente por essa razão que é essencial falar sobre a prevenção de DST na terceira idade.

Já sabemos que os homens estão longe de serem os mais interessados em visitar seus médicos e realizar os exames de rotina necessários.

Porém, quando o assunto é vigor e vida sexual ativa os idosos dispensam mais tempo e atenção, principalmente em busca de dicas, curiosidades e entretenimento.

A questão é que enquanto houver atividade sexual, existem incontáveis coisas a serem exploradas, mas também existem riscos.

Você provavelmente já ouviu falar em DST, mas sabe o que é, quais são seus sintomas, como pode afetar os homens e como previni-la? 

Então, este é o momento!

FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

Ler mais

Orgasmo na terceira idade: o que muda nesta fase?

orgasmo na terceira idade

É muito comum pensar que, na terceira idade, as pessoas deixam de ter uma vida sexual ativa. E este pensamento, além de estar longe da verdade, não deixa de ser carregado de um certo tabu: afinal, quem disse que os idosos não têm direito a se relacionarem sexualmente e sentirem prazer?

Dito isso, é fato que o envelhecimento provoca algumas mudanças em nosso comportamento e funções sexuais. Por exemplo, você já deve ter escutado por aí que, em geral, pessoas mais velhas têm menos interesse em sexo, e que a qualidade da performance sexual pode cair conforme a idade avança.

Embora isso possa ocorrer, não é uma regra, e muito menos significa que pessoas na terceira idade devam parar por completo sua atividade sexual. Afinal, o sexo faz parte da vida, inclusive durante o envelhecimento.

Por isso, neste post vamos falar de algumas características do sexo e o que ocorre em relação ao orgasmo na terceira idade . Ele muda? Tende a diminuir de intensidade? É perigoso ter um orgasmo depois de algum problema de saúde? Acompanhe em nosso artigo!

FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

Ler mais

O que significa ter uma vida sexual normal?

vida sexual normal

O sexo é uma atividade natural do ser humano, não só para a reprodução, mas também para o prazer. Além disso, a prática também gera benefícios para nossa saúde física e mental. Mas, em meio à vida cada vez mais agitada e compromissada que levamos hoje, é comum que às vezes o sexo fique em segundo plano.

Além disso, o envelhecimento também é visto como um fator que influencia na diminuição da vida sexual. Por tudo isso, é comum que as pessoas se perguntem: afinal, minha vida sexual é normal? O que significa ter uma vida sexual normal? Alterações no desejo sexual podem ser consideradas um problema? Acompanhe nosso post e tire essas e outras dúvidas!

FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

Ler mais

Desejo sexual masculino: o que pode alterá-lo?

desejo sexual masculino

Da mesma maneira que o desejo sexual masculino pode ser estimulado de vários modos, ele também ser alterado por diversas causas. E essas alterações influenciam naturalmente a qualidade de vida dos homens, podendo mesmo gerar conflitos conjugais ou relacionais, que, por sua vez, afetarão a sexualidade do homem.

Assim, alterações no desejo sexual masculino podem acompanhar outras questões relacionadas à vida do homem, como alterações ejaculatórias, disfunção erétil e outras. Dessa forma, é essencial que haja um diagnóstico correto para que um tratamento, se necessário, seja o mais bem sucedido possível.

Por isso, neste artigo abordaremos algumas das possíveis causas que afetam o desejo sexual masculino. Acompanhe e boa leitura!

FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

Ler mais

Principais causas da impotência sexual e como tratá-la

Avaliação Médica Impotência Sexual Masculina

Loading

Descubra quais são as principais causas da impotência sexual, como identificá-la e qual é o tratamento mais indicado para esse tipo de disfunção sexual.

O que é impotência sexual?

A  impotência sexual é o nome popular para a disfunção erétil. É definida como a incapacidade do homem em obter ou mesmo manter a ereção por tempo suficiente para completar a relação sexual.

De acordo com especialistas, a impotência sexual deixa de ser considerada ocasional e passa a ser um problema que deve ser tratado quando ocorre em cerca de 50% das relações sexuais do homem.

Quem pode ter impotência sexual?

A impotência sexual é um problema que atinge grande parcela da população masculina e em diferentes idades. Apesar de ser mais comum nos homens com mais de 40 anos.

É relatado que a disfunção erétil pode atingir mais de 40% dos que estão na faixa etária entre 40 e 70 anos.

Não conseguir ter um desempenho sexual saudável pode trazer diversos tipos de problemas para a vida do homem. Como baixa autoestima, ansiedade, desgaste na relação a dois e outros fatores que afetam negativamente na qualidade de vida masculina, na saúde e relacionamentos.

>>Leitura recomendada: Mitos e verdades sobre impotência sexual (disfunção erétil)

As principais causas da impotência sexual

Antes de decidir por um tratamento adequado, é importante saber o que está causando a impotência sexual.

Diversos fatores podem influenciar o desempenho na cama. Desde questões psicológicas, o uso de certos medicamentos até doenças mais complicadas, como as cardiovasculares, por exemplo.

Dessa forma, pode-se dividir as causas da impotência sexual masculina em dois tipos: de natureza psicogênica, ou seja, relacionada a fatores psicológicos, ou de natureza orgânica, que está relacionada a causas físicas. Ler mais

13 alimentos afrodisíacos que aumentam a libido do homem

alimentos afrodisíacos que aumentam a libido do homem

Quer saber mais sobre alimentos afrodisíacos? Então você precisa ler esse artigo. Reunimos aqui uma lista com mais de 13 alimentos afrodisíacos que aumentam a libido do homem. Confira!

FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

Uma alimentação saudável e balanceada é muito importante para manter a saúde em dia e alguns alimentos, inclusive, contribuem ainda mais para a saúde sexual masculina. Há alimentos que possuem propriedades que podem ajudar na melhora de seu desempenho sexual e para o aumento do desejo sexual. Descubra quais são neste artigo.

Lista dos alimentos afrodisíacos que aumentam a libido do homem:

Ostras

Um afrodisíaco natural bem potente para os homens é a ostra. Isso porque o molusco é rico em zinco, mineral importante para a produção de testosterona.

Muitos não sabem que a falta de zinco no organismo resultam numa diminuição na produção de testosterona, o que dessa forma também reduz a libido masculina. Por isso a importância de alimentos ricos em zinco.

Se isso estiver ocorrendo com você, consuma mais alimentos ricos em zinco, como a ostra. Esses moluscos ainda estimulam a produção de espermatozoides, além de melhorarem o desejo sexual.

Ler mais

Andropausa: entenda o que é e como identificar

andropausa
FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

Que tal ouvir esse texto? É só clicar no player e aproveitar!

A Andropausa, chamada popularmente de “menopausa masculina”, é a redução na produção do principal hormônio masculino, a testosterona. Segundo pesquisas científicas, 33% dos homens acima dos 60 anos sofrem desse distúrbio hormonal.

Caracterizada pela diminuição lenta e gradual da testosterona no sangue, que é o hormônio responsável por controlar o desejo sexual, a ereção, a produção de espermatozoides e a força dos músculos, geralmente, a andropausa surge por volta dos 50 anos.

>>> Saiba mais sobre a importância da testosterona para saúde masculina

Parecida com a menopausa, causa sintomas como redução do desejo sexual, perda de massa muscular e alteração de humor, por exemplo. A Andropausa não chega a atingir grande parte da população masculina, assim como ocorre com as mulheres, em que a incidência de menopausa é bem maior.

No entanto, os efeitos da Andropausa prejudicam a qualidade de vida dos homens e afetam sua saúde sexual. Descubra neste artigo quais são os principais sintomas e efeitos da Andropausa, como é realizado o diagnóstico e qual é o tratamento mais utilizado.

Sintomas da Andropausa

  • Indisposição;
  • Tendência a se cansar facilmente;
  • Queda de cabelos;
  • Diminuição da libido;
  • Dificuldades de ereção;
  • Alterações de humor;
  • Irritabilidade;
  • Fadiga;
  • Perda de massa muscular;
  • Calor excessivo;
  • Acúmulo de gordura, especialmente na região abdominal;
  • Pode ocorrer anemia e perda de massa óssea.

Diagnóstico de Andropausa

A melhor maneira para diagnosticar a andropausa e calcular a dosagem de testosterona é com exame de sangue. Com este exame podem ser identificados os níveis baixos deste hormônio que caracterizam a andropausa.

Também é importante realizar outros exames para anular possíveis causas de testosterona baixa, como, por exemplo, dosagem de hormônios relacionados à função da tireoide.

andropausa

Tratamento para Andropausa

O tratamento, desde que conduzido por profissionais especializados, baseia-se na aplicação de doses de testosterona no paciente. E, se necessário, de outros hormônios através de injeções, géis ou mesmo adesivos.

Entretanto, há alguns casos em que esse tratamento é mais difícil, por exemplo, quando o paciente tem apneia do sono, câncer de próstata, insuficiência cardíaca ou epilepsia.

Por isso, o homem deve consultar o médico regularmente, principalmente após os 50 anos, para identificar se a andropausa está o afetando e o especialista analisar o melhor tratamento a ser seguido.

É importante salientar que a reposição de hormônios não irá aliviar por si só os sintomas, sendo necessário também uma mudança de hábitos.

Ler mais