Entre em contato pelo 0800 591 9059 ou pelo whatsapp (48) 9 9614-7530

HPV no homem: identificação e tratamento

hpv no homem

O HPV (papilomavírus humano) é o nome genérico que damos a um conjunto de vírus que compreende mais de cem tipos diferentes. O HPV ocorre com bastante frequência na população e pode provocar verrugas na pele e nas regiões anal, genital, oral (boca, cordas vocais, lábios e outros) e na uretra.

Mas, apesar de se manifestar tanto em homens quanto em mulheres, geralmente indivíduos o sexo feminino tende a estar muito mais atentos à manifestação do vírus do que do masculino. E isso é um problema, já que as lesões genitais causadas pelo HPV podem ser de alto risco, podendo levar a tumores malignos, tanto de câncer do colo do útero quanto do pênis.

Por isso, neste artigo vamos falar quais são as consequências do HPV no homem e como é possível detectá-lo e realizar o tratamento adequado.

Acompanhe!

FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

Qual é a forma de contágio do HPV no homem?

Tanto homens quanto mulheres contraem o papilomavírus humano por meio do contato com a pele de uma pessoa que esteja infectada. Assim, existe a possibilidade de pegar HPV por meio de relações sexuais sem preservativo, ou quando o preservativo não está cobrindo a área afetada pelas lesões. Assim, quando não se consegue cobrir as verrugas, o risco de transmitir o papilomavírus é bastante grande.

Leia mais: Por que homens evitam o médico? Pesquisa americana lista os principais motivos

Quais são os sinais do HPV no homem?

O principal sintoma de que um homem está infectado pelo vírus são as verrugas que aparecem na genitália e que se parecem com uma couve-flor. Além desse sinal há outros, como caroços ou feridas no ânus, boca, escroto, garganta e pênis, que também podem apontar para uma infecção pelo vírus.

Entretanto, é essencial enfatizar que nem sempre o HPV no homem apresenta sinais. Em outras palavras, mesmo que você não tenha nenhum sintoma, não significa que não possa estar com o vírus. Conforme muitos especialistas indicam, o vírus do HPV pode até mesmo nunca se manifestar; isso depende do sistema de defesa do organismo do indivíduo.

Leia mais: Como viver mais: 7 dicas simples de saúde para homens que querem viver mais e melhor

O HPV no homem pode causar complicações?

Infelizmente, sim. Uma vez que o paciente esteja infectado, sempre há a possibilidade de que surja algum problema de saúde causado pelo vírus. Entre esses problemas, o mais grave é o câncer.

No caso do HPV no homem, a infecção pelo vírus pode levar a um câncer no pênis. E, tanto para homens quanto para mulheres, pode ocasionar em câncer de ânus e/ou câncer de orofaringe – ou seja, a parte logo atrás da boca.

Leia mais: Novembro Azul: mês de combate ao Câncer de Próstata

Qual é a maneira de detectar o HPV no homem?

Por causa das características anatômicas dos órgãos sexuais do homem, é possível reconhecer mais facilmente as verrugas causadas pela infecção do papilomavírus humano. Assim, um exame de rotina com um médico especialista já pode ser capaz de identificar as lesões.

Contudo, no caso das mulheres as verrugas podem espalhar-se por todo o trato genital e chegar ao colo do útero, o que em geral só é diagnosticável com exames especializados, como a colposcopia, o papanicolau (exame de rotina para controle ginecológico) e outros mais sofisticados, como a captura híbrida, a hibridização in situ e a PCR (reação da cadeia de polimerase).

É importante que o homem saiba disso para ficar atento também às manifestações do papilomavírus em sua companheira, evitando assim contrair o vírus.

Leia mais: Dicas de hábitos saudáveis para homens aproveitarem melhor a vida

Tratamento contra o HPV

Embora o HPV não tenha propriamente uma cura (ou seja, não há medicamento que mate ou elimine o vírus), há casos em que o próprio corpo elimina o vírus.

No entanto, há alguns tratamentos no sentido de controlar as lesões, o que se faz destruindo-as. As verrugas podem desaparecer sozinhas, permanecer iguais ou aumentar de número ou tamanho. Por isso, assim que notá-las, é fundamental ir ao médico para fazer um diagnóstico.

O tratamento das lesões deve ser individualizado, considerando as características das verrugas, como extensão, localização e quantidade, bem como a disponibilidade de recursos e possíveis efeitos adversos.

Em geral, o tratamento é cirúrgico, químico e estimulador da imunidade. Também é possível fazer tratamentos ambulatoriais (aplicado no serviço de saúde, como ácido tricloroacético, crioterapia, eletrocauterização, exérese cirúrgica ou podofilina) ou domiciliares (imiquimode ou podofilotoxina), mas é o especialista que deve decidir a melhor forma para o seu caso.

No caso de pessoas com imunodeficiência adquirida (HIV), o tratamento do HPV é o mesmo. No entanto, nesse caso o paciente precisará fazer acompanhamento mais atento, já que pessoas com imunodeficiência tendem a apresentar resposta pior ao tratamento.

É importante lembrar que o tratamento das verrugas anogenitais não elimina o vírus, então as lesões podem reaparecer. Nesse caso, o paciente deve retornar ao médico.

Leia mais: Como alcançar metas de início de ano: 3 dicas essenciais para você seguir

Como evitar o HPV?

Uma das maneiras de evitar o HPV no homem é usar preservativo nas relações sexuais, pois eles diminuem muito a chance de contágio.

A vacina contra o HPV também pode ser um modo de evitar a doença, além de ajudar a impedir a proliferação do vírus no organismo. A vacina protege contra alguns dos tipos mais comuns de HPV, inclusive os que estão ligados ao surgimento das verrugas anais e genitais e os que estão relacionados a maiores riscos de câncer.

Felizmente, as vacinas são distribuídas de forma grátis pelo SUS, e devem ser administradas em 3 doses num período de 6 meses. A vacinação é indicada especialmente para pacientes HIV positivo, mas todos podem tomar a vacina.

Agora que você sabe mais sobre o HPV no homem, não espere mais! Realize nossa Avaliação de Saúde Gratuita Online e veja se está apto para fazer algum de nossos tratamentos. Afinal, cuidar da saúde também é uma forma de elevar a autoestima masculina.

E para seguir se informando, visite o blog da UroClinic Telemedicina e confira outros artigos exclusivos que preparamos para você!

FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *