Entre em contato pelo 0800 591 9059 ou pelo whatsapp (48) 9 9614-7530

Por que a Testosterona diminui com a idade?

Por que a Testosterona diminui com a idade?
FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

Diminuição do desejo sexual, mudanças de humor, cansaço frequente, estresse e disfunção erétil. Estes podem ser sintomas da Deficiência Androgênica do Envelhecimento Masculino (DAEM), que atinge de 15 a 20% dos homens acima dos 50 anos.

A queda no nível da testosterona é a principal característica da DAEM. Diferente da menopausa na mulher, a DAEM não ocasiona a perda de fertilidade para o homem e também não ocorre em toda população masculina.

Contudo, há uma redução gradual na produção do principal hormônio masculino, a partir dos 40 anos. Essa queda afeta a qualidade de vida do homem de forma geral.

Como a DAEM é diagnosticada?

A prevalência da DAEM varia de 10 a 30% dos homens a partir dos 60 anos. O critério para diagnóstico da andropausa baseia-se na coexistência de níveis baixos de testosterona no sangue com os sinais e sintomas compatíveis.

O baixo nível do hormônio é verificado a partir de exame de sangue específico para identificar a dosagem de testosterona total.

Principais sintomas da DAEM

Em casos que a redução de testosterona é acentuada, o homem pode apresentar alguns dos seguintes sintomas:

  • Disfunção sexual;
  • Perda de cabelo;
  • Diminuição da libido;
  • Aumento da circunferência abdominal;
  • Alterações do humor;
  • Aumento da gordura corporal;
  • Maior irritabilidade;
  • Déficit de atenção;
  • Cansaço frequente;
  • Depressão;
  • Redução da força;

Tratamento e prevenção da DAEM

Com o aumento da expectativa de vida, o problema tornou-se mais prevalente, mas a maioria dos homens não sabe da existência da doença.

Consultar o médico urologista a partir dos 40 anos é fundamental para mudar esse quadro. E, se for necessário, começar o tratamento de reposição hormonal para tratar a deficiência de testosterona.

Atente-se ao fato de que somente o médico pode indicar o tratamento de reposição hormonal ao paciente, após avaliar todos fatores envolvidos. A reposição não deve ser feita sem a indicação do profissional.

Apesar de não haver uma forma exata de se prevenir da DAEM, manter hábitos de vida saudáveis contribui para diminuir o risco para a doença.

A indicação é ter uma boa saúde, com uma dieta saudável e prática regular de exercícios para manter a produção de testosterona em alta por mais tempo.

Neste artigo, você pode conferir 5 dicas infalíveis para aumentar a produção do hormônio. Clique aqui e leia.

Disfunção erétil tem solução

Muitos homens pensam que quando a idade avança, sua vida sexual estará prejudicada e não há como reagir. Apesar de vários fatores influenciarem negativamente para a qualidade do sexo após uma certa idade, é possível manter o vigor de quando era mais jovem.

Para isso, o primeiro passo é realizar uma AVALIAÇÃO MÉDICA onde o melhor tratamento para disfunção erétil e ejaculação precoce será indicado.

Realiza a Avaliação Médica totalmente gratuita e descubra como é possível ter o desempenho sexual que você sempre desejou.

2 comentários em “Por que a Testosterona diminui com a idade?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *