Entre em contato pelo 0800 591 9059 ou pelo whatsapp (48) 9 9921-0219

Por que o sedentarismo é um fator de risco para desenvolver impotência sexual?

Por que o sedentarismo é um fator de risco para desenvolver impotência sexual?
FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO MÉDICA GRATUITA

Homens sedentários são mais propensos a sofrer de impotência sexual. A relação entre impotência sexual e falta de exercício físico é considerada, pois sedentários estão em um grupo de risco de doenças cardiovasculares, circulatórias e outras causadas pelo sedentarismo que, estas sim, têm relação direta com a disfunção sexual.

Isso ocorre, pois o sedentarismo influencia na ocorrência de fatores como colesterol e triglicerídeos elevados e hipertensão arterial sistêmica (pressão alta), que são de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

As doenças relacionadas ao coração e à má circulação sanguínea são umas das principais causas da disfunção erétil. Como consequência de problemas cardiovasculares, os vasos sanguíneos ficam mais rígidos e dificultam a vasodilatação do pênis. Ou seja, dificultam a ereção, podendo levar a um quadro grave de disfunção erétil.

Pode-se usar a pesquisa feita pela Secretaria do Estado de Saúde de São Paulo como referência sobre a influencia do sedentarismo para o desenvolvimento de disfunção erétil.

O Centro de Referência da Saúde do Homem de São Paulo fez um levantamento com 300 pacientes que sofriam de impotência sexual. De acordo com os dados divulgados em 2012, 90% dos homens que tinham o problema eram sedentários.

Abandone o sedentarismo e melhore sua saúde sexual

O exercício físico não é tratamento, mas é considerado de extrema importância, principalmente para a melhora no sistema circulatório e assim na irrigação sanguínea de todos as partes do corpo, inclusive nos órgãos sexuais.

Algumas pesquisas demonstram que homens acima de 50 anos que praticam atividade física, podem ter desempenho sexual semelhante aos indivíduos 5 anos mais jovens.

Outros estudos que avaliam o risco de impotência, demonstraram uma diferença de 30% a menos para aqueles que aliam exercício físico, manutenção do peso, não ingestão de álcool nem cigarro, em comparação ao indivíduo sedentário.

Aliar hábitos saudáveis, como a prática de exercício físico e alimentação mais balanceada, pode fazer uma diferença substancial tanto na saúde em geral, quanto em específico ao desempenho sexual.

Como resolver problemas de impotência sexual?

A mudança de hábitos, apesar de importante, não serve como tratamento para impotência sexual. Nos casos em que o homem apresenta dificuldades de ereção frequentemente, é necessário iniciar um tratamento recomendado por um médico para encontrar a melhor solução.

Aqui na UroTelemedicina nós oferecemos uma AVALIAÇÃO MÉDICA GRATUITA E ONLINE que indica o melhor tratamento para problemas de ereção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *