Entre em contato pelo 0800 591 9059 ou pelo whatsapp (48) 9 9614-7530

A importância do diálogo na solução de problemas sexuais no casamento

Problemas sexuais no casamento

De modo geral o diálogo é essencial para a saúde e durabilidade de um relacionamento; da mesma maneira, falar com o(a) parceiro(a) sobre os problemas sexuais no casamento pode ser a melhor maneira de solucionar esse obstáculo bastante comum entre os casais.

Você já passou por alguma situação na “hora H” e ficou constrangido?

Será que tem um jeito ideal para falar sobre esses assuntos?

Qual a importância da parceria para um bom resultado nos tratamentos?

FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

Importância do diálogo sobre os problemas sexuais no casamento

Não se pode negar, todo mundo já passou por alguma situação no mínimo constrangedora na hora do sexo. 

A verdade é que tanto para homens quanto para mulheres não é tão fácil reagir quando na “hora H” algo não sai como o esperado.

No entanto, a primeira e mais comum iniciativa é, sim, a mais assertiva: aceitar a situação com tranquilidade e, se possível, falar sobre o assunto. Exatamente; conversar sobre o acontecido pode ser muito bom para o casal.

Isso porque os problemas sexuais no casamento e em outros tipos de relacionamento simplesmente acontecem. As causas podem ser diversas: estresse, ansiedade, alta concentração de álcool no organismo, cansaço e até outros problemas de saúde.

Por isso, receber e passar segurança do parceiro faz com o que o momento seja menos desconfortável. Um banho, um bom papo e uns abraços podem facilmente ser um jeito legal e gostoso de recomeçar o que não foi concluído.

Porém, fica um alerta… Quando a recorrência desse imprevisto aumenta é o momento de buscar ajuda de um profissional da saúde.

Leia também: Por que homens evitam o médico? Pesquisa americana lista os principais motivos

Como falar com a parceira que está com algum distúrbio sexual

Intimamente o homem sabe quando há algo diferente e/ou fora do normal no seu desempenho sexual.

Porém, mais difícil do que reconhecer e aceitar um distúrbio sexual é compartilhá-lo e buscar auxílio médico. Então, que tal ir por etapas?

A franqueza é sempre uma ótima escolha. Ir direto ao ponto pode ajudá-lo a encontrar as melhores palavras para expressar seus sentimentos, sensações, preocupações…

Caso sinta dificuldade em tocar no assunto, um bom momento pode ser logo no início das preliminares – antes do clima ficar realmente quente – desse modo a questão a ser tratada já estará pairando no ar.

Decida se deseja pedir ajuda à sua parceira, caso não se sinta à vontade pode esperar que ela ofereça ou simplesmente informar que pretende buscar ajuda.

A troca é sempre muito válida; esteja aberto a ouvir sua companheira, mantendo sempre um diálogo ameno, evitando sentir-se julgado. E se em algum momento a conversa não lhe seja mais confortável, sinta-se tranquilo em pedir para que o final da conversa fique para outro dia. 

Saiba mais: Você conhece os problemas que afetam o apetite sexual do homem? Descubra as principais causas e como recuperar a sua libido
Será que o tempo influencia na perda de desejo sexual entre os casais?

Conversar com a sua parceira sobre problemas sexuais no casamento pode parecer um grande desafio, mas no final provavelmente resultará em um grande alívio.

Isso reduzirá consideravelmente o medo da reprovação e facilitará na busca por novos métodos de satisfazer e oferecer prazer para ambos. 

Além disso, o diálogo pode proporcionar maior confiança ao homem de que o tratamento trará excelentes resultados para a vida sexual e amorosa do casal.

Lembre-se, toda tentativa é válida. O erro é deixar que casos tratáveis como a ejaculação precoce e a impotência sexual se tornem de fato problemas.

Como o apoio da parceira pode ajudar nos tratamentos

Distúrbios sexuais podem surgir por questões físicas, como a idade ou outras doenças, tanto quanto por questões psicológicas.

Por essa razão, sentimentos negativos como a vergonha, a solidão, a rejeição e outros podem ser prejudiciais no processo de reconhecimento do problema e busca por ajuda profissional.

Então, mais uma vez a parceria pode ser decisiva para a solução dos problemas sexuais no casamento, assim como outros contratempos da vida a dois.

Compreensão, ajuda, criatividade, amor e amizade são os principais remédios para que um tratamento evolua da melhor maneira possível.

Veja outras dicas: Dicas de hábitos saudáveis para homens aproveitarem melhor a vida

Além disso, não deixe de realizar consultas regulares no médico urologista e solicitar sua avaliação de saúde. Somente assim será possível identificar o melhor tratamento para as suas queixas.

Outras maneiras que a parceira pode ajudar

Além de ouvir seu parceiro atentamente e sem julgamentos, acompanhá-lo no médico, auxiliar na supervisão das suas novas restrições (caso seja necessário), farão toda a diferença.

Outras maneiras são: inventar programas para se divertirem juntos; conversar sobre suas fantasias sexuais; propor jogos sensuais para explorar outras áreas erógenas do corpo; buscar atividades e companhias que façam bem para o casal, dentre outras iniciativas que te ajudem a fazer desse percurso mais leve para que a comemoração aconteça no melhor estilo!

Sua vida sexual é muito importante, para você e sua companheira. Por isso, não deixe de fazer sua avaliação de saúde, buscar informações com o seu médico e cuidar sempre da sua saúde.

Quer mais dicas como esta e outras informações importantes? Leia outros artigos aqui no nosso blog e saiba tudo sobre qualidade de vida e saúde sexual masculina.

Leia também: As dúvidas mais comuns sobre saúde sexual masculina
5 lições do dia a dia sobre saúde sexual masculina

FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *