Entre em contato pelo 0800 591 9059 ou pelo whatsapp (48) 9 9614-7530

Câncer, prostatite e hiperplasia benigna: os problemas mais comuns relacionados à próstata

prostata
FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

A próstata é uma glândula do sistema reprodutor masculino, que produz e armazena parte do fluido seminal. A próstata é o órgão masculino mais comumente afetado por neoplasias, sejam benignas ou malignas. Problemas na próstata podem aparecer em qualquer fase da vida, sendo que as principais são o câncer de próstata, a prostatite e a hiperplasia benigna da próstata.

Apesar de poderem ocorrer em qualquer idade, o câncer de próstata é mais comum em homens com mais de 50 anos, e devido a isso, é importante fazer exames regularmente a partir dessa idade para identificar precocemente problemas na próstata.

Neste outro artigo, você pode conferir mais informações sobre a próstata e quais são os exames mais comuns usados para identificar problemas na próstata. LEIA AQUI

Quando identificados em fase inicial, tanto o câncer quanto outras as doenças, há muito mais chances do tratamento ser eficaz e do homem obter a cura. Confira neste artigo informações sobre as três doenças mais comuns relacionadas à próstata e algumas dicas de prevenção:

Prostatite

A prostatite é uma doença caracterizada pela inflamação das glândulas da próstata. A prostatite é infecciosa na maioria dos casos, causada pela bactéria Escherichia coli. A prostatite é conhecida por apenas 15% dos homens em todo o mundo, de acordo com dados são da Fundação Americana de Doenças Urológicas.

Ela pode surgir em qualquer idade, sendo que 70% dos quadros são diagnosticados apenas com a manifestação dos sintomas que, em situações extremas, são bastante intensos. Desconforto ao urinar, febre e dor nos testículos e no períneo são alguns dos indicativos da doença.

A prostatite pode ter diversos tipos, dentre eles:

  • Prostatite aguda
  • Prostatite bacteriana crônica
  • Prostatite não bacteriana crônica (inflamatória ou não inflamatória)
  • Prostatite inflamatória assintomática

A prostatite não é precursora do câncer, como alguns pacientes pensam. Contudo, o

tratamento, geralmente composto por antibióticos, deve ser levado com seriedade, estendendo-se de 21 a 90 dias de acordo com cada caso. O interrompimento do tratamento sem indicação médica pode fazer com que a doença se torne crônica.

Ao sentir qualquer sintoma relacionado a problemas na próstata, procure um médico. De preferência um especialista em urologia. O urologista é responsável por tratar do sistema urinário masculino e feminino, além do sistema reprodutor do homem.

Hiperplasia Prostática Benigna (HPB)

A Hiperplasia Prostática Benigna é caracterizada pelo aumento da próstata. Esse aumento é associado à idade e pode causar dificuldades em urinar, dentre outras complicações. Com o passar dos anos, é comum a próstata aumentar de tamanho, contudo esse crescimento pode causar desconforto e dores.  

É uma doença comum que afeta aproximadamente 50% dos homens entre 51 e 60 anos. Na idade de 80 anos, cerca de 80% dos homens têm esta doença. A causa exata da HPB não é conhecida, mas os pesquisadores acreditam que é devido, em parte, por alterações hormonais que acontecem quando o homem envelhece.

A HPB causa um desconforto e uma piora da qualidade de vida de milhões de homens no mundo todo. Um outro nome para a HPB é “aumento prostático benigno”, e isto é exatamente o que ocorre com a doença. A glândula prostática que circunda a uretra começa a crescer, comprimindo-a. Por causa disso é que ocorre desconforto e dores.

A HPB se desenvolve quando as células da próstata crescem, aumentando o volume da glândula. Este aumento acontece lenta e gradualmente. A maioria dos homens não sabe que tem a doença até que a próstata tenha crescido o suficiente para causar sintomas, que raramente aparecem antes dos 50 anos.

O primeiro sintoma que a maioria dos homens percebe é a alteração do fluxo urinário. Uma razão para isto é que quando a próstata começa a aumentar, ela comprime a uretra, tornando-a mais estreita e reduzindo o jato urinário.

Uma complicação freqüente da HPB é a infecção urinária, que acontece quando não se consegue esvaziar completamente a bexiga e as bactérias podem se proliferar na urina residual.

Se não tratada, a HPB também pode acarretar um dano sério ao sistema urinário do homem. A bexiga pode se tornar distendida e pode perder seu poder de contração. Nos casos graves, até mesmo os rins podem ser afetados. A maioria destas complicações pode ser evitada com o diagnóstico precoce e com o tratamento adequado. Assim que notar sintomas de alteração no fluxo urinário ou dificuldades em urinar, procure um médico.

Câncer de próstata é o tumor mais comum em homens com mais de 50 anos, segundo estudos

Câncer de Próstata

Este é o tumor mais comum em homens com mais de 50 anos. De acordo com pesquisas, é a segunda maior causa de morte por câncer entre os homens, perdendo apenas para o câncer de pulmão.

Os fatores de risco do câncer de próstata incluem a idade, histórico familiar da doença, fatores hormonais e ambientais, certos hábitos alimentares (como alimentação rica em gorduras e pobre em verduras, vegetais e frutas), sedentarismo e excesso de peso.

A maioria dos cânceres de próstata cresce lentamente e os sintomas, quando presentes, são os mesmos que os dos demais problemas na próstata, como você pode ver neste artigo.

Tumores em estágio mais avançado podem ocasionar dificuldade para urinar, sensação de não conseguir esvaziar completamente a bexiga e hematúria (presença de sangue na urina). Dor óssea, principalmente na região das costas, devido à presença de metástases, é sinal de que a doença está bem grave.

É importante lembrar que o câncer de próstata tem grandes chances de cura quando identificado logo no começo. Diagnosticar a enfermidade em fase inicial possibilita que o tratamento tenha êxito em 9 entre 10 casos, de acordo algumas pesquisas.

Quanto mais avançado é um tumor, mais mutações ocorrem nas células neoplásicas, conferindo maior agressividade ao organismo. As células neoplásicas são células tumorais. A neoplasia ou tumor corresponde a um tecido anormal, sem função fisiológica, de crescimento anormal, com multiplicação contínua e descontrolada.

Elas se multiplicam mais rápido que as células normais da próstata e têm a capacidade de invadir os demais tecidos do organismo e se disseminarem por órgãos distantes.

Há mais chances do câncer ser curado quando ele ainda está localizado, ou seja, se as células neoplásicas ainda não se espalharam pelo organismo. Se identificado já em estágio avançado, o risco de sobrevida do paciente é menor.

Os sintomas do câncer de próstata são muito parecidos com as demais doenças que podem ocorrer na glândula, por isso ficar atento aos sinais que seu organismo manda e também ir ao consultório médico frequentemente é a melhor forma de não ser surpreendido pela doença.

Ler mais