Entre em contato pelo 0800 591 9059 ou pelo whatsapp (48) 9 9614-7530

O vício em pornografia pode causar problemas sexuais. Você sabia?

vício em pornografia

Pois é, pouco se fala sobre isso, mas aqui vai um alerta: o vício em pornografia pode causar ou agravar problemas de impotência sexual.

Você sabia disso?

Neste post explicaremos o por que isso acontece, de que maneira é possível enfrentar esse desafio e ainda te apresentar a melhor solução para disfunções sexuais.

FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

O que é e como caracterizar o vício em pornografia

A curiosidade e atração pelo estímulo do imaginário ou, de fato, por cenas sexuais é um traço completamente comum na personalidade humana desde tempos muito remotos na história.

No entanto, nunca se teve tanta variedade de conteúdos, com tamanha facilidade e rapidez para acessá-los e consumi-los.

Estudiosos afirmam que certamente todo adulto já foi impactado por um conteúdo “pornô”, pois eles estão disponíveis de maneira indiscriminada, em mídias variadas e com acesso irrestrito.

Toda essa praticidade se torna um convite sempre mais instigante para os mais adeptos a esse tipo de estímulo.

Dessa forma, quando o consumo se torna exagerado – seja ele gradativo ou repentino – é importante acender um sinal de alerta para o início de um comportamento compulsivo com propensão ao vício em pornografia.

Um estudo realizado em 2014 pelo Instituto Kinsey (EUA), apontou que 9% dos respondentes consumidores de conteúdos pornográficos afirmaram sentir vontade, mas não conseguiram parar com o hábito.

Além disso, embora se trate de pequenas porcentagens, essas amostras revelam tendências e traços sociais que precisam ser observados.

Da mesma maneira, uma pesquisa aplicada nos anos 2000 por David L. Delmonico, Ron Burg e Al Cooper, nos Estados Unidos, revelou que 17% das pessoas que consomem conteúdos “pornô” apresentam sinais de compulsão sexual.

Nesse sentido, é possível caracterizar o vício em pornografia como um distúrbio que afeta a saúde e estabilidade psicológica, social e física, apesar de ainda não existir um registro dessa condição como uma patologia no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-V).

Por que o vício em pornografia pode causar impotência sexual?

Médicos especialistas explicam que o vício em pornografia pode ser comparado ao vício em drogas.

Isso porque, o consumo desses conteúdos acabam estimulando a produção de dopamina – um hormônio que causa sensação de bem-estar.

Assim, o cérebro subtrai alguns receptores químicos, que têm função de inibidores, tornando-o mais suscetível.

O próximo passo são os sinais de falta de dopamina no organismo. Essa escassez manda um recado de maior tolerância ao cérebro, solicitando mais estímulos de produção desse hormônio.

E é dessa maneira que o vício em pornografia – e em outros hábitos e substâncias – se desenvolve.

As principais questões neste caso são as maneiras que o vício em pornografia podem se manifestar na vida das pessoas.

No que se refere às questões psicológicas, a dependência de um hábito é o primeiro e principal fator para qualificar um vício.

Portanto, é comum que o homem desenvolva a necessidade contínua de receber os estímulos visuais e imaginários oferecidos pelo “pornô”.

Com o tempo, isso o condicionará à necessidade desses conteúdos para conseguir obter uma ereção, por exemplo.

No que diz respeito aos distúrbios físicos, eles derivam das questões psicológicas apresentadas acima e ainda podem se unir a outros vícios como o da masturbação.

Nesses casos, o vício em pornografia pode condicionar que os homens só consigam ter ereções ao consumir um conteúdo erótico e que somente tenham ereções ou ejaculações satisfatórias a partir da masturbação.

Dessa maneira, ao se encontrar em uma situação de relação íntima, é comum que aconteçam episódios de impotência sexual e/ou ejaculação precoce.

E, por fim, os sinais de problemáticas sociais podem se apresentar com o desinteresse por obter relações sexuais, a preferência pelo consumo de imagens pornográficas e até a reclusão de convívio com outras pessoas.

“Identifiquei uma compulsão por conteúdos eróticos. Como posso reverter?”

Segundo um estudo conduzido pela Faculdade de Medicina Pública de Shah (Índia) indicou que o vício em pornografia acomete entre 4,5% a 10% de todos os homens do mundo.

Além da compulsão pelo consumo de imagens, vídeos e outros conteúdos “pornôs”, dentre os sintomas também pode surgir a identificação de que esse hábito tem se tornado ruim para a sua saúde mental e a sua vida social e afetiva.

Outro ponto de atenção é quando começa a surgir certa repulsa pela pornografia e, ao tentar parar, o usuário não consegue deixar de acessar esses materiais.

Uma matéria do site Hypeness afirma que desde o início da pandemia, em março de 2020, até pouco tempo recente o tráfego de usuários em sites “pornôs” aumentou em 600%.

Nesse sentido, o acesso ilimitado à internet torna o vício em pornografia algo facilitado e propenso a qualquer pessoa, inclusive jovens e adolescentes.

Esse distúrbio que, como mencionado anteriormente, ocorre a partir de interações e reações neurais, pode estar ligado ou se tornar uma causa de depressão e ansiedade.

Diante disso, é importante dizer que essas doenças psicológicas também são causas de disfunções sexuais ou podem surgir a partir do diagnóstico de impotência sexual e ejaculação precoce.

Portanto, o mais apropriado é buscar ajuda profissional.

Uma Avaliação de Saúde, consultas com psicoterapeutas e acompanhamento médico são essenciais para se livrar do vício em pornografia, e principalmente para que esse quadro não seja estopim de outras complicações nas diversas áreas da sua vida.

Conheça o melhor tratamento para impotência sexual dos últimos tempos

No que diz respeito à impotência sexual e à ejaculação precoce, é imprescindível identificar as causas desses diagnósticos.

Isso porque para cada situação uma terapêutica personalizada é melhor indicada.

Por isso, a primeira etapa para o início do tratamento com o Spray Sublingual da Uro é realizar uma Avaliação de Saúde 100% online e gratuita.

A partir dela será possível oferecer maior segurança durante o processo, além de identificar a fórmula ideal para o seu caso.

Leitura sugerida: Para que serve o Spray Sublingual? Descubra por que esse medicamento revolucionou a qualidade de vida masculina!

No tratamento da Uro tudo é pensado em detalhes para oferecer:

  • Fórmulas personalizadas
  • Resultados rápidos
  • Aplicação discreta
  • Atendimento multicanal e sempre disponível
  • Acompanhamento psicológico e médico
  • Zero limitações geográficas para tratar o seu distúrbio sexual com segurança.

Por isso, escolha hoje mesmo ter sua vida sexual ativa novamente, além de obter qualidade nas suas relações sexuais.Realize a sua Avaliação de Saúde, receba o Spray Sublingual em poucos dias no endereço de sua preferência e tenha sua autoestima e autoconfiança de volta!

FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.