Entre em contato pelo 0800 591 9059 ou pelo whatsapp (48) 9 9614-7530

Você sabe como o seu psicológico afeta a vida sexual?

psicológico afeta a vida sexual

É indiscutível como o psicológico afeta a vida sexual e outras áreas da vida pessoal de qualquer pessoa.

Principalmente nos tempos modernos, é nítido o reflexo de como a mente influencia todas as áreas da vida.

Neste post você entenderá os efeitos das doenças psicológicas entre quatro paredes.

Assim, esperamos auxiliar para que identifique se alguma dessas condições têm atrapalhado o seu desempenho sexual.

FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

Ansiedade

A ansiedade tem se mostrado a doença da atualidade.

Ela já vem se apresentando de maneira crescente, principalmente entre os jovens, e demonstrou um considerável aumento durante a pandemia.

Uma pesquisa realizada na metade de 2020, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), registrou que 80% da sociedade brasileira se considera ansiosa em razão do coronavírus.

O levantamento ouviu quase duas mil pessoas maiores de 18 anos e demonstrou que no Brasil o índice é muito maior do que o registrado em outros países, em que a média de ansiedade da população é de 30%.

Dentre os sintomas, uma pessoa acometida pela ansiedade pode apresentar:

  • Inquietação;
  • Angústia;
  • Medo;
  • Apreensão;
  • Dificuldade para se concentrar;
  • Insônia;
  • Incapacidade de relaxamento;
  • Preocupações com coisas futuras;
  • Pensamentos negativos e pessimistas;
  • Além, é claro, das inúmeras manifestações físicas.

Nesse sentido, uma pessoa que convive com a ansiedade tem grande probabilidade de apresentar disfunções sexuais, uma vez que o psicológico afeta a vida sexual.

Portanto, é indispensável lembrar que para cuidar disso, as terapias medicamentosas e psicológicas precisam acontecer paralelamente.

Leia também: Disfunção erétil e como a parceira pode ajudar o homem que sofre com impotência sexual

Depressão

Assim como a ansiedade, a vida moderna também pode tornar mais propensa a aparição de depressão.

Desafios relacionados ao trabalho, problemas familiares e de relacionamento, questões financeiras, desilusões e tantos outros motivos são portas de entrada para essa manifestação psicológica.

Então, a depressão pode ser notada por sintomas como:

  • Sentimento de profunda tristeza;
  • Sensação de culpa;
  • Cansaço em excesso;
  • Falta de energia;
  • Desinteresse sexual;
  • Autodepreciação;
  • Falhas na memória;
  • Insônia;
  • e muitos outros.

É muito importante lembrar que grande parte dos medicamentos usados para tratar a depressão são responsáveis pela queda na libido, pela impotência sexual e até a ejaculação precoce.

Além disso, a soma dos sintomas listados também são mais que o suficiente para demonstrar como o psicológico afeta a vida sexual.

É evidente que uma pessoa desanimada, triste, sem interesse em sua vida pessoal, terá um desempenho sexual ruim.

Dessa maneira, ficar atento à saúde mental é essencial para que a qualidade de vida pessoal e sexual permaneçam equilibradas.

Saiba mais: Como tratar disfunção erétil psicológica
Melhorar desempenho sexual: os 5 segredos para uma vida sexual mais ativa e feliz

Estresse

O estresse é caracterizado principalmente pela alta irritabilidade de quem o tem.

A alteração de humor é responsável pelo aumento do fluxo sanguíneo e da frequência cardíaca – assim como ocorre durante uma ereção.

No entanto, uma vez que o bombeamento do sangue extrapola seu fluxo comum, as atividades não prioritárias deixam de receber a pressão necessária.

Além disso, caso o estresse se torne crônico, é possível que haja uma queda na produção de testosterona – principal hormônio masculino – por conta de um aumento nos níveis de cortisol.

Isso significa que o estresse implica diretamente em impotência sexual e também pode levar o homem a ejaculações precoces em decorrência dos seus demais sintomas.

Posts sugeridos: Hábitos que reduzem o nível de testosterona e dicas para estimular a produção do hormônio naturalmente
3 dicas para resolver problemas de ereção e melhorar o desempenho sexual

Portanto, mais uma vez é comprovado que o psicológico afeta a vida sexual, como é o caso dos sintomas que o estresse causa principalmente nos homens. 

No entanto, o contrário também é verdade: os sinais de problemas sexuais podem gerar estresse, ansiedade, depressão e outros desequilíbrios emocionais e psicológicos tanto no homem quanto em seus parceiros sexuais.

Por isso, buscar a harmonia e satisfação entre corpo, mente e espiritual é a chave da felicidade e, também, o “pote de ouro” desejado pela maioria das pessoas.

Qual é o melhor tratamento para problema psicológico que afeta a vida sexual?

Sabendo da importância dessa tríade do bem-estar, a Uro desenvolveu um tratamento que oferece os principais benefícios para a saúde masculina:

  • medicamento de rápida absorção e resultado – o Spray Sublingual;
  • prescrição de fórmula individual, conforme a necessidade de cada homem;
  • rede de contato online e telefônica, que preza pela eficiência, discrição e sigilo;
  • acompanhamento com equipe multifuncional, formada por profissionais da saúde preparados para oferecer apoio psicológico e clínico;
  • orientações de práticas e hábitos que auxiliam e potencializam os efeitos do Spray Sublingual;
  • Avaliação de Saúde gratuita, que antecipa as possibilidades de tratamentos de acordo com as condições físicas de cada cliente.

Por isso, se você busca por ajuda para ter de volta um bom desempenho e afastar disfunções como a ejaculação precoce e a disfunção erétil, a solução está mais fácil do que imaginava, né?

Problema sexual que afeta a vida sexual é uma questão que, infelizmente, sempre surgirá na vida dos homens.

Mas com o surgimento do Spray Sublingual da Uro, conviver com essa insatisfação é opcional

Então, escolha ser feliz e aproveitar sua vida ao máximo e da melhor maneira!

FAÇA AGORA MESMO UMA AVALIAÇÃO DE SAÚDE GRATUITA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *